17/09/2017 às 13h35min - Atualizada em 17/09/2017 às 13h35min

Aplicativo de celular desenvolvido na Ufla pode ajudar a salvar nascentes em Lavras, MG

G1 SUL DE MINAS
Eptv
m aplicativo de celular desenvolvido na Universidade Federal de Lavras (MG) pode ajudar a salvar nascentes de todo o país. Ele mostra todas as informações sobre a situação das fontes de propriedades de todo o país. Dessa forma, o produtor pode ganhar um padrinho, que vai escolher como contribuir para trazer essa fonte de volta.
O aplicativo "Plantadores de Rios" foi desenvolvido pelo Laboratório de Manejo Florestal da Ufla e está disponível de graça na internet.
"A intenção é conectar pessoas que estão interessadas em ajudar com proprietários de terra onde as nascentes estão localizadas, então com isso a gente tem a integração com o sistema do Cadastro Ambiental Rural, a gente já tem mapeada as nascentes de acordo com a qualidade da terra, se ela precisa de vegetação, se ela está escassa de vegetação nativa", diz a analista de sistema Karen Gianne Azevedo.
O aplicativo mostra todas as nascentes declaradas no país através do sistema de Cadastro Ambiental Rural. Só em Lavras (MG), são 1.522 minas de água. Os pontos em vermelho no mapa do aplicativo indicam que 766 nascentes precisam de recuperação.


"O processo de restauração, de recuperação de um ambiente, de um ecossistema, no caso específico da água, da nascente, ele envolve um processo de trabalho com a vegetação, com o solo, nós temos que fazer a água infiltrar no solo para depois vazar lá na nascente, é uma equipe multidisciplinar que trabalha pra pensar nas melhores soluções para cada situação", disse a professora da Ufla Soraya Alvarenga Botelho.
A Ufla e a prefeitura pretendem salvar todas elas. "Essa pessoa vai ajudar o pequeno produtor com arame, moirão, a prefeitura vai entrar com a parte de máquina para fazer bacia de contenção, curvas de níveis e o pessoal da Ufla vem mais com a parte de tecnologia, para orientar os pequenos agricultores", disse o secretário de assuntos rurais de Lavras, Edson Alves de Abreu.
A parceria vai oferecer orientação técnica e até materiais para proteger as nascentes.
"As pessoas têm que compreender que a água para chegar na torneira precisa de um proprietário que vai conseguir cuidar da sua terra, da sua propriedade, para que abasteça os rios e depois essa água vai chegar na torneira dele", concluiu a professora da Ufla.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual desses nomes deveria ser o próximo prefeito de Itajubá/MG

40.1%
18.3%
24.8%
4.3%
12.6%