24/08/2017 às 18h50min - Atualizada em 24/08/2017 às 18h50min

Hack Town une tecnologia e cultura em maratona com mais de 200 atividades em 4 dias em MG

Evento oferece palestras, workshops e shows e acontece entre 7 e 10 de setembro em Santa Rita do Sapucaí; inscrições e ingressos estão disponíveis.

G1 SUL DE MINAS
G1 SUL DE MINAS
Eptv
Tecnologia, cultural, inovação e muita criatividade. É o que busca o Hack Town. Inspirado no festival americano South by Southwest (SXSW), o evento chega a sua terceira edição e vai trazer uma verdadeira maratona, com mais de 200 atividades entre os dias 7 e 10 de setembro em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas Gerais.
Na programação, palestras, debates, workshops e shows, com diversos eventos acontecendo simultaneamente.
"Nós acreditamos muito na conexão. A gente fala que o Hack Town é um evento de palestras, mas o principal são as conexões que a gente gera lá dentro. E, por isso, a gente cria essa diversidade enorme de coisas acontecendo ao mesmo tempo", afirma João Rubens, um dos organizadores do evento.
Mas por que é inspirado no SXSW? Segundo Rubens, pela própria mistura de interesses e possibilidade trazida pelas atividades.
"Ao mesmo tempo que a gente quer conectar projetos de pessoas diferentes, ideias de pessoas diferentes, startups de pessoas diferentes, a gente acredita que a melhor maneira de fazer isso é em uma cidade do interior, como Santa Rita do Sapucaí, que é super diferenciada por ser uma cidade de apenas 40 mil habitantes, mas ao mesmo tempo ser um polo de tecnologia com mais de 150 empresas", diz.

Programação
Entre os mais de 200 eventos programados, estão os oficiais do Hack Town e os paralelos, que ficam a cargo de terceiros. As atividades serão realizadas em três núcleos distintos: estabelecimentos ao redor da Praça Santa Rita, na sede da Escola Técnica de Eletrônica FMC e do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel). O objetivo é reunir grandes nomes e projetos inovadores das mais diversas áreas, ligadas à sociedade e principalmente à tecnologia.
A abertura oficial acontece no dia 7 de setembro, no Teatro do Inatel, com um painel de abertura realizado pelos próprios criadores do Hack Town. No mesmo dia, já começam as palestras e eventos paralelos na cidade.

Casa do Google
Entre tudo isso, chama a atenção também a iniciativa do Google Developers, braço da empresa para startups e desenvolvedores, de montar uma casa na cidade durante o evento. É a primeira vez que o espaço é montado no Brasil. A estrutura vai ser instalada para a realização de palestras e workshops e deve utilizar a sede da Casa Viva, do Inatel, que é um centro voltado para inclusão e alfabetização digital, assim como para o reaproveitamento do lixo eletrônico.
"O Google estava procurando fazer uma casa não só sobre tecnologia, mas que incentive a cultura e, o melhor, a cultura local. Então ao mesmo tempo que o Google está criando uma casa que tem pessoas do Google que são conhecidas nacionalmente e mundialmente para palestrar, eles também estão colocando oficinas de estêncil, grafite, oficinas ligadas a lixo eletrônico e tudo mais", explica Rubens.

Casa Viva, do Inatel, vai receber a Casa do Google, durante o Hack Town (Foto: Divulgação Inatel)
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual desses nomes deveria ser o próximo prefeito de Itajubá/MG

40.4%
18.3%
24.5%
4.4%
12.4%