15/06/2019 às 07h26min - Atualizada em 15/06/2019 às 07h26min

Manifestantes saem às ruas contra a reforma da previdência e cortes na educação no Sul de MG

G1 SUL DE MINAS
EPTV


Manifestantes saíram às ruas nesta sexta-feira (14) em cinco das maiores cidades do Sul de Minas contra a reforma da previdência e os cortes de verbas na educação. Escolas e centros de educação de pelo menos 12 cidades também paralisaram suas atividades.

Em Poços de Caldas, a concentração aconteceu em frente o coreto da Praça Pedro Sanches, onde foram feitas intervenções artísticas. O ato foi organizado por movimentos sociais e sindicais, entre eles o Sindicato dos Servidores Públicos de Poços de Caldas.

De acordo com a organização, mais de mil pessoas participaram do manifesto. A Polícia Militar não divulgou estimativa. Os manifestantes carregaram faixas e cartazes contra a reforma da previdência e os cortes na educação.
Em Passos, a manifestação foi convocada por entidades sindicais. A concentração aconteceu no mercado municipal, no Centro da cidade e reuniu funcionários públicos, professores e estudantes da UEMG, além do Instituto Federal. A organização e a Polícia Militar não divulgaram o número de manifestantes.

Servidores do Sistema Furnas também aderiram ao movimento. Além da pauta nacional, protestaram contra a privatização da estatal. O grupo saiu em passeata pela Avenida da Moda em direção à UEMG. O ato foi pacífico.

Em Lavras, o ato foi marcado para as 16h. A concentração foi na Praça Doutor Jorge, na área central. Reuniu sindicatos e também estudantes. Cartazes foram pintados a mão. Servidores da Universidade Federal de Lavras aderiram ao manifesto. O Sindicato dos Metalúrgicos levou um caixão para a praça.

Por volta de 17h30, os manifestantes foram para a rua e caminharam em direção à Praça do Trabalhador. A organização e a Polícia Militar não divulgaram o número de participantes.

Em Varginha, a concentração foi na Concha Acústica, durante a tarde. Segundo a organização, cerca de 300 pessoas participaram. A Polícia Militar não divulgou estimativa. Participaram representantes de sindicatos e estudantes.

Em Pouso Alegre, cerca de 30 manifestantes se reuniram na Praça Central. A Polícia Militar não divulgou estimativa. Participaram estudantes do Instituto Federal, funcionários da Copasa e representantes de sindicatos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual desses nomes deveria ser o próximo prefeito de Itajubá/MG

40.1%
18.3%
24.7%
4.3%
12.5%