13/06/2019 às 21h07min - Atualizada em 13/06/2019 às 21h07min

Médico é preso suspeito de matar a tia com injeção letal dentro de hospital em Boa Esperança, MG

G1 SUL DE MINAS
Um médico foi preso nesta quinta-feira (13) em Boa Esperança (MG) suspeito de homicídio. Ele é suspeito de matar a própria tia com uma injeção dentro do hospital da cidade.

O médico Carlos Roberto Naves Moraes, de 72 anos, foi ouvido nesta quinta-feira (13). Ele negou o homicídio. Ele disse que acompanhava a saúde dela há muito tempo, que ela era alérgica a uma medicação e que os médicos que atenderam o caso podem ter aplicado por engano a medicação e causado a morte.

América Moscardini, de 78 anos, deu entrada no pronto-socorro com sintomas de edema pulmonar. Ela foi atendida e o quadro de saúde dela era estável. Segundo testemunhas, o médico pediu para ficar sozinho com a vítima. Ele teria tentado isso várias vezes e pouco tempo depois ela morreu. Os funcionários acharam isso estranho e chamaram a polícia.

A polícia apreendeu no banheiro do hospital cloreto de potássio e relaxante muscular. Esses medicamentos seriam letais e a polícia passou a tratar o médico como suspeito. Câmeras de segurança mostraram ele indo para a farmácia.

A polícia disse ainda que o médico não queria que fosse feita autópsia no corpo.

Além do médico, que está preso no presídio da cidade, outras seis testemunhas foram ouvidas nesta quinta-feira.

A delegacia ainda investiga se esse médico teria participado de outras mortes semelhantes a essa.

A Prefeitura de Boa Esperança, responsável pela administração da Santa Casa, disse que vai aguardar o laudo da necropsia para se manifestar. A prefeitura informou ainda que o médico foi afastado de todas as suas atividades.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual desses nomes deveria ser o próximo prefeito de Itajubá/MG

40.1%
18.3%
24.8%
4.3%
12.5%